27 de dezembro de 2021

Dicas

Como definir uma estratégia de Inbound Marketing para o setor imobiliário

Ter ou não ter uma estratégia de Inbound Marketing pode acabar sendo um fator determinante para você ficar diante da concorrência.

Ter ou não ter uma estratégia de Inbound Marketing no seu negócio pode ser um fator determinante para a sua empresa ficar a frente ou atrás da concorrência, se você não tem, com certeza ficará atrás daqueles que já aplicam esta metodologia. Mas, antes de colocar em prática, é necessário prestar atenção em alguns pontos importantes. Confira os 10 mais importantes a seguir:

 

  1. 1 – A seleção e compra de mídia deve vir do princípio da migração dos clientes do off para o digital, por meio da priorização das mídias com melhor performance.
  1. 2 – A avaliação de performance das mídias deve levar em consideração indicadores como o CAC (Custo de Aquisição de Cliente) e o ROI (Return Over Investment), calculados com base em dados imputados no CRM, além disso, esta deve ser uma prática periódica.
  1. 3 – Já que é necessário estar em contato com o cliente ao longo do tempo no que diz respeito a jornada de compra, chegando até a ser um ano, é de extrema importância que as informações sobre estes contatos sejam organizadas em um CRM que documente todas as interações que ocorrem e já ocorreram entre empresa e compradores. Em outras palavras, já passou da hora de você implantar um CRM na sua empresa.
  1. 4 – Ainda sobre o que diz respeito à perspectiva de relacionamento com o cliente, é necessário reduzir o tempo de resposta aos contatos de potenciais compradores, o ideal é estabelecer como prazo máximo 24 horas.
  1. 5 – É fundamental que o seu site esteja preparado para disponibilizar informações relevantes aos visitantes, com a criação de Landing Pages e alimentação de blogs, além disso, é importante que em dispositivos móveis como celulares e tablets eles sejam responsáveis, já que são responsáveis por mais da metade dos acessos aos sites deste segmento.
  1. 6 – A produção e criação de conteúdo deve imprescindivelmente estar pautada nas dores do cliente, como se uma empresa ou corretor de imóveis abraçasse as suas dificuldades e ansiedades, por exemplo.
  1. 7 – Além de oferecer conteúdo de alta relevância, o site precisa ser convidativo para conversões dos usuários. Com isso, é preciso estimular os visitantes a fazer contato com a sua empresa, seja por meio de formulários, chat, WhatsApp, e-mail ou telefone. Independente do meio, o que importa é fazer a conversão.
  1. 8 – O site precisa ter tráfego de usuários qualificados, por meio de visitantes atraídos por meio das redes sociais e buscadores, seja por meio da compra de mídia ou pelo ranqueamento orgânico (SEO).
  1. 9 – Para que estes usuários sejam atraídos é necessário que a comunicação utilize call-to-actions (CTAs), que são convites persuasivos para que os usuários executem determinada ação.
  1. 10 – Depois de converter, os visitantes precisam ser nutridos de forma constante com informações relevantes no que diz a etapa da  jornada de compra ao qual ele se encontra no momento. Esta nutrição precisa ser feita com base na automatização, por meio de softwares de automação de marketing, para que a estratégia tenha uma maior escala e otimização dos resultados.

Posts relacionados

Pronto para realizar suas ideias?

FALE COM UM CONSULTOR